10/01/2009

PATRIMÓNIOS ÍNTIMOS

Senhor!
Tenho três regiões cerebrais, por onde posso transitar.
A primeira, a mais elevada, é a dos ideais superiores, como a fraternidade e o amor.
A segunda, intermediária, é a da razão.
A terceira, a inferior, é a dos impulsos.
A primeira, eleva-me aos céus;
a segunda, equilibra-me no mundo
e a terceira, me chama à animalidade.
São o meu futuro, o meu presente e o meu passado.
Se me localizo unicamente nos ideais superiores,
perco o esforço da experiência;
se me prendo apenas à razão fria,
escravizo-me aos objectivos imediatistas e,
se me fixo na dos impulsos,
lanço-me num incompreensível mundo de causas e efeitos.
Dá-me forças, Senhor,
para saber balancear meus patrimónios íntimos,
de modo a aproveitar a potencialidade dos ideais,
usar a razão com sábio equilíbrio e aprimorar os instintos.
E, para ser feliz, demandarei à região superior,
cultivando, a cada dia,
mais amor e entendimento.
Assim Seja!
(Fonte: Preces do Coração)

Nenhum comentário: